Alfabetização de Dados

Alfabetização de Dados

Os colaboradores da sua empresa estão prontos para utilizar os dados no processo de tomada de decisões?

A principal barreira atual dentro das empresas é a falta de alfabetização de dados entre os colaboradores, não importa o nível em que estejam dentro da hierarquia organizacional. Desde os analistas até os “C-Levels” há uma grande necessidade de que a compreensão dos dados seja homogênea. Todos devem falar a mesma língua quando se trata de dados, desde as técnicas descritivas mais comuns até as técnicas mais avançadas de Analytics.

Existem três pilares simples que devem estar presentes no dia a dia do consumo de dados nas empresas:

  • Habilidades de alfabetização de dados: as organizações com alfabetização de dados exigem pessoas com conhecimento em dados. Embora a maioria das organizações obtenha habilidades de dados por meio de contratações, também são necessários programas de educação para ajudar todos a entender e usar os dados em sua função.
  • Tomada de decisão orientada a dados: a tomada de decisão orientada a dados é medida por dois aspectos diferentes: a descentralização de dados, para que os indivíduos tenham acesso aos dados necessários para tomar decisões e os recursos de dados, que garantem que as informações sejam capturadas e apresentadas de uma maneira que ofereça suporte à tomada de decisões orientada a dados.
  • Dispersão de dados: a dispersão de habilidades de dados mede a extensão do uso de dados em toda a organização, pois todos os departamentos (além de grupos de funções especializadas) devem ser capazes de obter insights baseados em dados e de agir sobre eles.

A alfabetização de dados é um aspecto fundamental para que todo o processo de tomada de decisões não seja realizado sobre apenas o que já aconteceu, mas em entender o porquê aconteceu e quais são as ações de gestão que podem ser implementadas sobre isso.

Alguns conceitos complementares para orientar a sua busca neste tema:

Insight = é a compreensão ou solução de um problema pela súbita captação mental dos elementos e relações adequados, em outras palavras, é aquele momento de “luz”, de entendimento e clareza súbita no intelecto de um indivíduo acerca de um fato que está sendo analisado.

Dicionário de Dados = é a descrição de forma estruturada em forma de catálogo de informações, contendo as fontes de origem, as definições, as unidades de medida, o tipo de variável, a periodicidade de geração do dado, o destino da informação, a forma de cálculo ou transformação que originou o dado (quando houver), local onde está armazenado.

Algumas práticas que podem ser aplicadas imediatamente:

  • Usar o Dicionário de Dados: quando enviar uma planilha (por exemplo), envie também o arquivo que explica os dados que constam nela;
  • Comunicar: fale de maneira consistente sobre o poder dos dados, usando exemplos relevantes, um insight que foi gerado a partir da leitura de uma gráfico ou conjunto de informações analisadas;
  • Avaliar: obtenha uma compreensão dos níveis de habilidade dos colaboradores hoje e personalize o treinamento em nível pessoal (por toda a empresa). Conheça quais são as ferramentas utilizadas pela sua equipe, identifique as lacunas de conhecimento nestas ferramentas;
  • Treinar: encontre maneiras de apoiar diferentes estilos e habilidades de aprendizado para que todos possam se tornar pessoas alfabetizadas na área, e;
  • Atualizar: a melhoria e atualização contínuas manterão as habilidades relevantes e úteis.



Tags

  • alfabetização de dados
  • análises de dados
  • analytics
  • data-driven
  • dicionário de dados
  • insight
  • tomada de decisão
  • Open chat